Nanopartícula de poli(ácido lático) contendo curcumina para aplicação na área de saúde

>Descrição

A invenção proposta descreve um processo para obtenção de nanopartículas contendo curcumina, as quais podem ser utilizadas no tratamento de infecções fúngicas, tais como a candidose bucal, popularmente conhecida como “sapinho”. Essas nanopartículas são compostas de um ácido polilático que é uma substância biodegradável e biocompatível.

 

>Problemas

A candidose bucal é a infecção fúngica mais comum que acomete os humanos, sendo C. albicans a espécie mais prevalente e de maior virulência. Os tratamentos atuais para essa doença compreendem a administração de antifúngicos que, apesar de auxiliarem na terapia dessas infecções, têm propiciado o desenvolvimento de micro-organismos resistentes.

 

>Benefícios

A invenção descreve um processo de obtenção de nanopartículas contendo curcumina para aplicação em terapia antimicrobiana, principalmente contra a candidose bucal. Além disso, tal fármaco também apresenta propriedades terapêuticas antiinflamatória, antioxidante, cicatrizante e anticâncer.

 

Informação da Patente:
Categoria(s):
Saúde Humana
Informações, Contactar:
Agência UNESP de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
auin@unesp.br
Inventores:
Ewerton Garcia Oliveira Mima
Paula Aboud Barbugli
Jeffersson Krishan Trigo Gutierrez
Marlus Chorilli
Ana Cláudia Pavarina
Palavra-chave:
Biotecnologia
Microbiologia
Nanotecnologia
Saúde Humana