Biopesticida de ésteres de sacarose

>Descrição

Biopesticida de ésteres de sacarose

 

“Agente pesticida a base de produtos naturais renováveis, sem efeitos nocivos ao meio ambiente e ao consumidor”

 

Descrição: A tecnologia compreende o processo de obtenção de ésteres de sacarose em grande escala para uso como agentes pesticidas. Os biopesticidas desenvolvidos podem ser utilizados para controle de pragas agrícolas como ácaros, mosca branca, tripés, pulgões, percevejos e cochonilhas.

 

Problema: Na área de fitossanidade, o grande desafio é o desenvolvimento de pesticidas eficientes de baixo impacto ambiental que não coloquem em risco a saúde humana. Há uma grande pressão da sociedade para se evitar o uso de produtos químicos na agricultura, tanto sob o aspecto de resíduos nos alimentos, como na degradação e contaminação do meio ambiente.

 

Solução Proposta: A presente tecnologia oferece o processo de obtenção de biopesticidas de baixo impacto ambiental, obtidos a partir de fontes renováveis e de alta biodegradabilidade. Representa uma alternativa para o controle de pragas agrícolas, sem utilização de agrotóxicos, reduzindo perdas econômicas causadas por pragas nas lavouras sem agredir o meio-ambiente e a saúde humana.

 

Benefícios:

- Agente pesticida a base de produtos naturais;

- Combate pragas como ácaros, pulgões, mosca branca, percevejos, tripés e cochonilhas;

- Combate pragas comuns em culturas de soja, algodão, milho, trigo, feijão, entre outras;

- Alta biodegradabilidade;

- Não deixa resíduos nos alimentos;

- Não libera resíduos nocivos ao meio ambiente;

- Matéria-prima obtida de fontes renováveis.

 

Potencial de Mercado: O Brasil lidera o consumo mundial de pesticidas. Em 2008, essa indústria movimentou 7,1 bilhões de dólares no país, contra 6,6 bilhões do segundo colocado, os Estados Unidos. Mais de 65% do consumo brasileiro é destinado às culturas de soja, milho e algodão, sendo 80% do total destinado a seis estados: SP, MT, PR, RS, MG e GO. O uso de agrotóxicos é elevado entre pequenos e médios produtores, o que preocupa do ponto de vista ambiental, pois estes representam 84,4% dos estabelecimentos rurais do país (Censo 2006; IBGE 2008; ANVISA 2008; Andef 2008).

 

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/nit-177-08---biopesticida-de-ésteres-de-sac.pdf

Informação da Patente:
Categoria(s):
Agropecuária
Alimentos
Informações, Contactar:
Agência UNESP de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
auin@unesp.br
Inventores:
Maurício Boscolo
Odair Aparecido Fernandes
Reinaldo José Fazzio Feres
Palavra-chave:
Agronomia
Biotecnologia
Microbiologia