Membranas porosas de látex natural (Hevea brasiliensis)

>Descrição

Foi desenvolvido um novo processo de obtenção de membranas de látex natural, o qual permite o controle da porosidade a ser formada nas membranas, bem como a inserção de moléculas bioativas. As membranas assim obtidas são permeáveis a gases e servem como matriz para sistemas tipo drug delivery, podendo ser usadas como curativos cutâneos.

 

>Problemas

As membranas de látex natural confeccionadas por outros métodos apresentam baixo controle de porosidade, limitando, dessa forma, os campos de utilização desse material. Além disso, o processo pelo qual essas membranas são produzidas geralmente são demorados.

 

>Benefícios

As membranas de látex natural produzidas por meio deste método apresentam porosidade controlada – em relação ao tamanho e volume dos poros – e menor tempo de processamento. A maior porosidade confere maior permeação a gases à membrana, sendo esta uma característica de interesse para seu uso como curativo cutâneo, visto que facilita a cicatrização de tecidos. Este uso pode ser ampliado, visto que moléculas bioativas podem ser agregadas ao material. Testes preliminares indicam que esta membrana apresenta baixa atividade alergênica, o que a torna ainda mais atrativa.

 

>PDF

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/15auin015---membrana-latex.pdf

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/15auin015---membrana-latex---english-version.pdf

 

Informação da Patente:
Categoria(s):
Saúde Humana
Informações, Contactar:
Agência UNESP de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
auin@unesp.br
Inventores:
Eduardo Maffud Cilli
Matheus Miranda
Rondinelli Donizetti Herculano
Palavra-chave:
Biotecnologia
Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Química
Saúde Humana