Enzimas para extração de DNA

>Descrição

A invenção descreve um método para extração de DNA utilizando como enzima a pancreatina, a qual apresenta um menor custo em relação a outras enzimas que são atualmente utilizadas nesta técnica. 

 

>Problemas

Os métodos tradicionais de extração de DNA de tecidos, como pele, mucosas, órgãos internos de animais, assim como de tecidos de ordem vegetal ou fúngica, utilizam-se da proteinase K como enzima digestiva. Esta enzima possui custo muito elevado e necessita de cuidados específicos no armazenamento. Estes fatores limitam o número de repetições do processo de extração, devido ao elevado custo associado.

 

>Benefícios

A tecnologia proposta oferece um processo para extração de DNA a partir de tecidos orgânicos utilizando a pancreatina, a qual é abundante e possui baixo custo, permitindo, assim, a reprodução de ensaios inúmeras vezes. Além destas vantagens, a pancreatina pode ser armazenada por um período de tempo mais longo e de forma simplificada, contribuindo para a minimização de custos. A metodologia desenvolvida pode facilmente vir a compor kits de extração de DNA, tornando-se um produto comercialmente viável.

 

>PDF

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/15auin033---pancreatina.pdf

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/15auin033---pancreatina---english-version.pdf

 

Informação da Patente:
Categoria(s):
Veterinária
Informações, Contactar:
Agência UNESP de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
auin@unesp.br
Inventores:
Vanessa Roma Moreno Cotulio
Bruna F. M. Maldonado Porchia
João Tadeu Ribeiro Paes
Carlos Camargo Alberts
Gabriel Aranda Selverio
Jeny Rachid Cursino dos Santos
Wagner Ferreira dos Santos
Edislane Barreiros Souza
Palavra-chave:
Biotecnologia
Genética
Veterinária