Instrumento e método para avaliação, estudo e diagnóstico médico em gastroenterologia

>Descrição

Instrumento e método para avaliação, estudo e diagnóstico médico em gastroenterologia

 

“Técnica não-invasiva, livre de radiação ionizante e de baixo custo operacional”

 

Descrição: A tecnologia compreende um instrumento para medida de biossusceptibilidade magnética por meio da técnica de Biossusceptometria de Corrente Alternada (BCA). A BCA é utilizada para diagnósticos médicos e estudos de parâmetros relacionados ao trato gastrintestinal, como motilidade gástrica, esvaziamento gástrico, refluxo esofágico, detecção de obstrução intestinal, entre outros.

 

Problema: Os exames clínicos na área gástrica são atualmente realizados pelas técnicas de cintilografia (CGI) e SQUID. A cintilografia utiliza material radioativo, necessitando de ambiente especial e profissionais especializados para a realização do exame, além de apresentar alto custo operacional. O SQUID apresenta as vantagens de não ser invasivo e não utilizar material radioativo, porém apresenta custo operacional bastante elevado e necessita de sala blindada magneticamente para a realização dos exames.

 

Solução Proposta: Em gastroenterologia, a tecnologia BCA pode substituir a cintilografia em quase metade do total de aplicações recomendadas pelo American College of Radiology (ACR); e pode substituir o SQUID em quase todos os casos. A BCA apresenta inúmeras vantagens frente às concorrentes, listadas no tópico Diferenciais.

 

Diferenciais:

- Equipamento de baixo custo de aquisição e manutenção;

- Utilização de material ferromagnético de baixo custo;

- Não necessita de ambiente especial nem profissionais especiais para realização dos exames;

- Portátil;

- Não-invasivo;

- Livre de radiação.

 

Benefícios: A utilização da BCA traria benefícios nas seguintes áreas:

- Médica: produto de baixo custo, portátil, não-invasivo e livre de radiação ionizante para uso diagnóstico do trato gastrintestinal – uma alternativa para os usuários do SQUID e cintilografia;

- Farmacêutica: estudos de diferentes parâmetros da entrega de drogas in vivo. Não existe uma técnica utilizada para este fim atualmente;

- Veterinária: pesquisa e diagnóstico de patologias do trato gastrintestinal em cães e gatos. As técnicas utilizadas em humanos atualmente não são utilizadas para essa finalidade devido ao alto custo;

- Nutrição animal: avaliação de trânsito de diferentes tipos de rações em diferentes espécies de animais;

- Pesquisa científica: pesquisa do trato gastrintestinal em animais de médio e pequeno porte. A técnica é capaz de avaliar diferentes parâmetros fisiológicos em um mesmo animal sem a necessidade do sacrifício logo após o experimento, permitindo a realização de novos experimentos com o mesmo indivíduo.

 

Potencial de Mercado: O mercado alvo da tecnologia BCA hoje é ocupado principalmente pela cintilografia. No Brasil, são quase 800 cintilógrafos instalados, pouco mais de 300 pertencentes ao SUS. Custando em média R$ 500 mil cada equipamento, o país desembolsou R$ 4,29 milhões na importação destes nos últimos três anos. Em comparação, a tecnologia BCA utiliza equipamento com custo estimado três vezes menor. Os custos de exames de cintilografia variam entre R$ 130 (preço da Tabela SUS) e R$ 1.000 (setor privado).

 

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/nit-008-09---instrumento-e-método-para-avaliação---gastroenterologia.pdf

Informação da Patente:
Informações, Contactar:
Agência Unesp de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
 
Inventores:
Jose Ricardo de Arruda Miranda
Fabiano Carlos Paixão
Palavra-chave: