Processo para produção de aço ferrítico com grãos ultrafinos

>Descrição

Processo para produção de aço ferrítico com grãos ultrafinos

 

“Processo de custo reduzido permite produção de aços baixo carbono e baixa liga, com maiores resistência e tenacidade”

 

Descrição: A tecnologia compreende um processo de obtenção de aços ferríticos com grãos ultrafinos uniformes, com aplicação nas indústrias siderúrgica e metalúrgica. O processo termomecânico permite a obtenção de aços baixo carbono e baixa liga, com melhorias nas propriedades mecânicas do material, como maiores resistência e tenacidade, sem a necessidade de adição de elementos de liga.

 

Problema: A produção de aços baixo carbono e baixa liga envolve a etapa de adição de elementos de liga ao material, caracterizado por ser um processo de alta densidade tecnológica e alto custo. O processo é também limitado à produção de chapas finas e pequenas, pois atinge apenas as camadas superficiais do material.

 

Solução Proposta: A presente tecnologia permite a obtenção de aço baixo carbono por processamento termomecânico, aumentando a resistência e tenacidade do material sem a necessidade de adição de elementos de liga. Permite ainda a produção de chapas não-finas, pois atinge as camadas internas e até toda a seção dos materiais.

 

Benefícios:

- A produção de aços baixo carbono e baixa liga, sem adição de elementos de liga, envolve menor densidade tecnológica e reduz o custo do processo;

- Maiores resistência e tenacidade ao material;

- Possibilidade de produção de estruturas de liga leve mais espessas, abrindo um novo nicho no mercado siderúrgico.

 

Potencial de Mercado: A produção mundial de aço bruto foi de 1,2 trilhões de t, em 2009. No mesmo ano, o Brasil figura como o 9º maior produtor mundial e o 1º na América Latina, com produção de 26,5 milhões de t, faturamento líquido de R$ 57,5 bilhões e saldo do comércio exterior siderúrgico representando 7,5% do saldo comercial total do país. O processo desenvolvido se insere no setor de laminados, com produção nacional de 21,2 milhões de t em 2009, movimentando US$ 3,9 bilhões em exportações e US$ 2,3 bilhões em importações. O setor de peças automotivas, foco da tecnologia, representa 25% do consumo total da indústria siderúrgica brasileira.

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/auin-015-10---processo-para-produção-de-aço-ferrítico.pdf

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/auin-015-10---process-for-ferritic-steel.pdf

Informação da Patente:
Informações, Contactar:
Agência UNESP de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
auin@unesp.br
Inventores:
Alessandro Roger Rodrigues
Cleiton Lázaro Fazolo de Assis
Oscar Balancin
Otavio Villar da Silva
Palavra-chave:
Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Novos Materiais