Antiinflamatórios não-esteroidais semi-sintéticos

>Descrição

Antiinflamatórios não-esteroidais semi-sintéticos

 

"A dor é definida como uma experiência sensorial e emocional desagradável, associada à lesão confirmada ou potencial. Nos Estados Unidos, os custos diretos e indiretos da dor são calculados em 150 bilhões de dólares ao ano."

 

Descrição: Compostos semi-sintetizados a partir de extratos vegetais de espécie endêmica da Mata Atlântica que possuem propriedades analgésicas e antiinflamatórias e seu processo de obtenção.

 

Problema: A dor é uma sensação baseada em sinais ambientais que são transmitidos e interpretados no cérebro. Danos e inflamações de nervos e tecidos podem alterar a percepção normal da dor causando o estado de hiperalgesia. Os antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs) são utilizados no tratamento da dor e febre por mais de 3500 anos. AINEs são indicados para dor leve a moderada e devido ao seu efeito antiinflamatório, podem ser utilizados para o tratamento de doenças como a Artrite Reumatóide. Estima-se que mais de 2 milhões de pessoas sofram de dor-crônica nos EUA, 20 – 30% dos americanos consomem AINEs uma vez ao ano e 1-2% fazem uso diário. A dor foi considerada como 5º sinal vital do atendimento hospitalar pela Sociedade Brasileira de Estudo da Dor.

 

Solução Proposta: Compostos vegetais e semi-sintéticos análogos aos naturais com propriedades analgésicas e antiinflamatórias superiores a dipirona e indometacina que podem ser utilizados em composições farmacêuticas fitoterápicas e convencionais.

 

Benefícios:

- Rendimento dos extratos: 20 – 80%

- Grau de pureza dos compostos semi-sintéticos: 90%

- Atividade farmacológica dos compostos isolados testada em camundongos da linhagem Swiss, por meio de ensaio de contorções abdominais induzido por ácido acético:

 

Substâncias

DL50

Efeito Máximo

Dipirona

0,64 µmol/kg

97%

Indometacina

0,78 µmol/kg

90%

MMICO3

8,22 µmol/kg

100%

MMICO7

13,24 µmol/kg

94,5%

 

- Com doses inferiores às da dipirona e da indometacina, os compostos apresentaram atividade analgésica e antiinflamatória semelhante ou superior.

- Compostos de perfis analgésicos e antiinflamatórios variados.

 

 

Potencial de Mercado: Um forte nicho de mercado para os AINEs são os genéricos. O valor deste nicho foi de US$ 118 mi em 2007 (Valor Econômico, 2009). Dois dos maiores players deste segmento tiveram faturamento de US$ 437mi e US$ 628mi, respectivamente, em 2009.

 

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/nit-174-08---antiinflamatórios-não-esteróidais-semi-sintéticos.pdf

 

http://unesp.technologypublisher.com/files/sites/nit-174-08---semi-synthetic-non-steroidal-anti-inflammatory-drugs.pdf

Informação da Patente:
Categoria(s):
Saúde Humana
Informações, Contactar:
Agência Unesp de Inovação
Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Unesp
 
Inventores:
Vanderlan da Silva Bolzani
Luciana de Ávila Santos
Cláudio Viegas
Magna Suzana Alexandre Moreira
Márcia Paranho Veloso
Palavra-chave:
Biodiversidade e Recursos Naturais
Biotecnologia
Farmacologia
Química
Saúde Humana